Stairway to heaven [conto]

Imagem | Antimidia

Imagem | Antimidia

Vou para Nova York. É lá que os artistas vivem e o dinheiro jorra das gravadoras. Todos os grandes estão em Nova York. Yoko Ono, Jay Z, Alicia Keys. Quem canta em português e toca cavaquinho nunca vai conseguir ir para Nova York. Mas eu canto em inglês, toco violão e gaita como o Bob Dylan. Vão querer saber da história da minha vida e se comover com meu esforço. Eles vão querer me ajudar, fazer tudo que puderem por mim. Vão me ouvir e ficarão surpresos com o timbre da minha voz e a minha batida no violão. Eles vão vibrar com a minha música e querer fazer musicais na Broadway comigo. Meu nome vai estar em neon no letreiro do Madison Square Garden. Minha foto vai sair nos jornais. Minhas músicas não vão parar de tocar nas rádios. Vou ser entrevistado pela Oprah e dormir na suíte presidencial do Plaza. “I want to wake up in that city that never sleeps……….and find I’m a number one……top of the list……..king of the hill……a number one…..” Preciso estar no lugar certo, tocando para as pessoas certas. E este lugar é Nova York. Onde o tempo é sempre bom e as luzes fazem você se inspirar e ser feliz. Junto com as melhores pessoas do mundo, que estão em Nova York porque são como eu: talentosas. Só os talentosos vão para Nova York, e eu sou muito talentoso. Todo mundo vai me receber como um rei. Eu mereço comer nos restaurantes mais caros, mereço o glamour, mereço o dinheiro. Não sou qualquer um. Sou educado, inteligente e bonito como as pessoas que moram em Nova York. Não cuspo no chão nem jogo papel na rua como as pessoas por aqui. Uso roupas limpas e passadas. Estou sempre cheiroso. Não vou ficar protestando contra tudo ou reclamando das injustiças feitas com os outros. Estou pronto para sucesso. Por isso eu vou para Nova York, onde tudo acontece. Onde estão os escolhidos. E eu sou um escolhido. Vou andar de limousine tomando champagne cercado de mulheres e fotógrafos. Gisele Bundchen, Caroline Trentini, Raquel Zimmermann. Todas. As pessoas vão querer meu autógrafo e fazer selfie comigo. Ninguém nunca mais vai rir de mim. Todos vão querer estar do meu lado. E eu vou estar sempre sorrindo. Porque em Nova York todo mundo está sempre sorrindo. Lá as leis são cumpridas e não existe corrupção. Não tem gente que fica reclamando e não faz nada. Que só critica. Eles respeitam os artistas e pagam bem eles. Quando estiver em Nova York vou passear no Central Park com meu cachorro, usando cachecol e aquecedor de ouvido por cima da toca. Vou para Nova York de avião, com passagem só de ida. Não quero me despedir de ninguém. Não vou levar nem malas. Nunca vou sentir falta daqui. Lá eu vou ter muitos amigos. Nós vamos andar de táxi amarelo na quinta avenida e comprar na Louis Vuitton. Não existem problemas em Nova York, só soluções. O nome das ruas são números e os semáforos ficam pendurados em fios. Tudo em Nova York é bem pensado. Nada é feito de qualquer jeito. Tudo é diferente. Em Nova York eu vou ser alguém.

Anúncios