Sem rumo e aberto a propostas [crônica]

A idéia é ganhar dinheiro, mas não sei como. Parto do principio que preciso convencer as pessoas a me dar dinheiro. Não quero parar na cadeia, então tem que ser minimamente legal. Não que eu faça questão, mas ter algum reconhecimento também seria bom. Faço questão de não ter que fazer esforço físico. Nunca foi um dos meus pontos fortes. Se dependesse do corpo para ganhar dinheiro não tinha chance.

Uma coisa é importante citar, não quero pedir nada para ninguém. Dinheiro, trabalho, oportunidade. Isso tudo tem que vir a mim de alguma forma. Me sinto mal pedindo alguma coisa para alguém. Parece que não tenho competência para conquistar, então tenho que pedir. Não sei se quero conquistar alguma coisa. Alguém podia dar uma quantia mensal para quem não faz mal a ninguém. Levaria algum nessa, penso eu.

Sei fazer duas coisas direito: ler e escrever. Isso não quer dizer que esteja descartada outras possibilidades de convencer as pessoas a me dar dinheiro. Quer dizer que queria ganhar dinheiro fazendo estas duas coisas. Não tenho um plano, solução ou coisa que o valha. Estamos apenas conversando a respeito.

Nunca é tarde para deixar claro que não quero enganar ninguém. A intenção não é ganhar dinheiro na malandragem. Trabalho sem problemas. Ainda não estou certo no que, mas quando souber vou até gostar de trabalhar, me dedicar e tudo mais. Pelo menos é o que diz a teoria. Em hipótese nenhuma me confundam com um vagabundo.

Tenho algumas características que não contam muitos pontos para alguns postos, e podem ser positivas para outros. A pior delas é que sou um pouco calmo demais. Às vezes demoro um pouco a perceber determinadas situações. Com mulher isso me acontece muito. Talvez meu apelido entre algumas deva ser tartaruga. Estou tentando melhorar, e sei que um dia consigo. Pode ser que seja calmo só com as mulheres. Não sei exatamente aonde isso se insere no contexto, mas queria falar. Me incomoda um pouco.

Pode ser um paradoxo, mas sou bom em entender rapidamente quais os pontos de discordância numa discussão qualquer (bem especifico esta, não tenho uma substantivo para defini-la). Identificar personalidades se encaixa nas características que podem ser boas ou ruins. Isso ajuda muito quando você precisa analisar uma situação. Saber qual a personalidade dos envolvidos é fundamental. Me permito dizer que sou bom em analisar a situação e estabelecer rapidamente duas saídas. Uma radical, outra moderada. Sei fazer análise e previsões. Lido bem com informação.

Se houvesse uma forma de viver sem precisar de dinheiro, eu viveria. Mas não existe. Até hippie precisa de dinheiro para viver. Não dá para fugir. Se eu achar uma fórmula prometo escrever ela para todos saberem como ganhar dinheiro. Enquanto isso continuo procurando.

Anúncios