Motivos para viver [fluxo de consciência]

Acordei às onze horas da manhã. Me olhei nos espelhos e pensei: “merda!”. Certamente há esta hora um palestino já foi preso pelo exército israelense na Faixa de Gaza. Um americano foi demitido por um motivo tosco, tipo ter ido ao banheiro e não ter dado descarga. Algum brasileiro já encheu a cabeça de pinga e esta caído na sarjeta. Tenho absoluta certeza que alguém está se drogando na Inglaterra.

Eu estou apenas acordando. Uma reunião pode estar decidindo o futuro do mundo em Viena. Traições conjugais devem estar acontecendo em Madrid. Numa mesa de um bar de Belgrado há uma negociação de armas. Em Moscou estão comemorando as vitórias nas guerras mais famosas da história. Em Istambul estão recrutando adolescentes bombas que vão mudar os rumos da história.

Estava tão fascinado pelo meu trabalho que parei em frente do computador e fiquei contemplando uma página branca, sem conseguir fazer nada. Mas alguma gangue italiana roubava cargas na rodovia. Tem uma garota sendo bolinada no metrô de Tóquio. Em Roma um pesquisador lê documentos em latim. Sem cometer crime nenhum, prostitutas trabalham em Amsterdã.

Enquanto continuo aqui de saco cheio tem um sul coreano estudando. Alguém toca flauta no Peru. Na Colômbia um inocente era seqüestrado. Por todos os lados do Paraguai equipamentos eletrônicos eram falsificados em escala industrial, visando à exportação. Tinha um surfista pegando uma onda na Austrália. Afirmo com convicção que em Paris pseudo-intelectuais assistiam um filme.

Finalmente chegou a hora do almoço e um escocês está tendo uma overdose. A corrupção come solta na Venezuela. Folhas de coca são colhidas na Bolívia. Velhos ricos pescam em um lago na Suíça. Garanto que tem alguém dormindo com a porta aberta no Canadá. Mexicanos são caçados tentando atravessar a fronteira com os Estados Unidos. Tem muita gente fumando maconha na Jamaica.

Depois de pensar em tudo isso cheguei a conclusão que escrever para não ser lido não vai me valer de nada. O mundo não para. Aquela história de Efeito Borboleta, que o bater da asa de uma borboleta no País de Gales pode fazer chover na China, é balela. A única coisa que pode influenciar na China é o preço do aço no mercado externo. Era melhor eu ter ficado na cama.

Anúncios