Tentativa e erro [crônica]

Como você pode tornar o mundo melhor? Mais justo, humano e limpo. Como você pode influenciar a sociedade para que ela evolua? Difícil responder, mas podemos eliminar algumas possibilidades. Por exemplo, doar dinheiro para instituições e agências que defendem uma causa, crianças, desabrigados, pobres, etc, não dá muito resultado.

Existem campanhas que arrecadam milhões todos os anos. Não estou acusando nada nem ninguém. Acredito na idoneidade de alguns, e não na de outros, mas nada de medidas eficazes em nenhum dos casos. Nos cases de sucesso o que temos são exemplos que podem ser contados sem muita dificuldade.

Isso também soa um pouco como passar a responsabilidade para frente. Do tipo: “Pronto, doei. Fiz minha parte”. O que não ajuda em nada a sociedade e o mundo. Dizem que a revolução pela paz é utopia. Mas Ghandi libertou a Índia sem dar um tiro. Exceção à regra. Estas pessoas acham que Orwell estava certo quando escreveu: “Guerra é paz. Liberdade é escravidão. Ignorância é força”. Que Deus perdoe estas almas.

Eu, particularmente, não como no McDonalds. Protesto contra a exploração dos funcionários. Todos que conheço ou conheci estão insatisfeitos. Não uso Nike nem Adidas. Ambos acusados de produzir com trabalho escravo na Ásia, em países como Bangladesh e China. Não uso nada que contenha as cores ou a bandeira dos Estados Unidos. É inaceitável a forma como se portam perante as outras nações.

Não vai ser por minha causa que o McDonalds vai tratar melhor os seus funcionários. Nem a Nike ou a Adidas vão falir. Os estadunidenses também não vão se comportar melhor. Podemos eliminar esta possibilidade. Sozinho não se muda, nem a si mesmo, quanto mais todos os habitantes cabeças duras deste lugar. O máximo de resultado que isto trás é economia financeira, já que todos estes produtos têm um preço razoável.

O que fazer então? Suicídio? Não! Calma! Esta hipótese pode ser eliminada. Em nenhum momento sugeri, e nem vou, desta vez, que o melhor a fazer era desencanar e dançar conforme a música. Estamos numa “sinuca de bico”. É como sair de bermuda na neve. Não tem jeito, é loucura.

Pode ser mais fácil, pelo menos enquanto os sintomas não forem evidentes, negar isso. Existe esta teoria. O mundo passa por um ciclo natural. Estamos vivendo os últimos momentos da Era Glacial. É meus caros, ela não acabou, esta em andamento. Naturalmente, num segundo momento, virá a reviravolta da Terra. Ela vai se resfriar, recomeçando o processo de Glaciação.

Difícil compreender? Não. Simples. O homem é parte do processo, e não o causador dele. Nossa raça, assim como todas as outras, tem que adaptar as mudanças. Reconfortante este pensamento, né? Tudo que fazemos é para defendermos a perpetuação da raça. Poluição, energia suja, são armas de defesa, não de ataque.

Diante de tantas propostas, chego à conclusão que ninguém sabe o que fazer para tornar o mundo melhor. Cada um toma a atitude que acha correta. E ninguém consegue nada de concreto. Temos ai um vácuo para filósofos e intelectuais preencherem. Não acredito muito que eles tenham capacidade. E você? Tem? O que é viável, e pode ser feito, para tornar o mundo um lugar melhor para se levar à vida?

Anúncios